A singularidade entre dois corpos

Qual é a metafísica da singularidade entre dois corpos? Será algo que transcende à nossa vã filosofia atual? Ou é algo que perdura momentos pretéritos.

Há quem nunca sentiu aquela sensação de já ter feito algo, ou mesmo conhecido alguém, com quem hoje tem contato.

pele-arrepiada

E o mais incrível de tudo é quando se tem um insight com um ser que metaforicamente nunca se viu, mas sabe-se que quem o é.

Parece um pouco confuso, mas as forças que elaboram o balé da vida, sabem fazer direitinho as coisas, utilizam de sua sutileza para criar arcabouços de interação única entre os seres.

Somos, quem sabe, joguetes de evoluções e as vezes involuções. Há vida que é vivida, sem saber que já foi vivida e revivida. Como lidar com isso.

Bem para quem desconhece é muito mais simples, viver uma vida vivida sem lidar com o que já se viveu, mas quem possui a permissão de ver, sabe-se que sim, a vida que é vivida já foi vivida a contento em outras eras, em outros momentos, em outras vidas.

Oh vida vivida complexa, o que vivemos hoje, já vivemos outrora, já sentimos outrora, e já perdermos outrora.

Há vida vivida que em teus braços já o fui, em que em teus beijos já bebi, e em que carne já comunguei. Como esquecer esses princípios básicos da vida, do tocante do ser, mas esquecendo.

caricias-2

Há já sei lampejos de prazer, inundam o nosso ser a cada segundo, explodindo muitas vezes em desejos que superam a compreensão e a razão, mas que lá no fundo possuem uma razão e uma compreensão única. Basta olhar e ver.

O que hoje parece algo complexo, sem nexu, sem lógica, teve sim em algum momento sua sublime conexão, sua sôfrega conclusão, sua explosiva atração.

Hoje mentes e corpos são separados, em uma paradigma de causa e tempo, que não são fáceis de entender. Vidas que foram vividas, hoje não são mais vividas como forma vividas. Perdemos o jeito de ser, a maneira de falar, o gosto de agir.

557086_331262053637208_855740182_n

Não somos mais do mesmo clã, não estamos mais no mesmo teto, nem tão pouco comungamos dos prazeres da carne que outrora foi intenso e vívido, como um lampejo de um raio no meio de uma tempestade fria e gélida, me vem à cabeça que mesmo com tudo isso, ainda é possível perceber que a vida que foi vivida, foi vivida como uma grande vida.

Que cada toque, que cada momento, que cada gesto, que cada gosto, que cada textura, que cada calor, que cada sentimento, foi vivido com uma vida que foi vivida. Ela vem hoje como simples sonhos sonhados que sonhamos em sonhar.

Ao sonhar nos damos a liberdade de estar no sonho a ser conectado, mesmo de maneira subconsciente, mas estamos sim. Existe uma “liberação” para que o sonho seja sonhado e que a vida vivida seja novamente vivida em sonhos sonhados.

Há sonhos sonhados que existem, vidas vividas que hoje são tão diferentes, são tão complexas, são tão únicas. Com outras ações, com outros nortes, com outros padrões. Mas acredite que o sonho que foi sonhado, foi sim vivido com uma vida vivida.

caricias-2

As diferenças, o muito com o pouco, o grande com pequeno, a vida em glamour com a vida em simplicidade, são fatos reais que hoje regem a vida, mas no sonho sonhado, essas diferenças de mundo e de vida, de afazeres e responsabilidades desaparecem, deixando à mostra simplesmente um mundo que foi vivido em vida e que hoje é sonhado em sonho.

Esse foi um sonho que sonhei sonhando, sonhar que vivi uma vida vivida com sorrisos, com alegria, com problemas até, mas com simplicidade que passam por cima da mundanidade em que vivemos. Há vida vivida saudosa, a muito tempo se foi, mas a pouco tempo resgatei.

Mundos diferentes, vidas diferentes, pessoas diferentes, lares diferentes, mas que em sonho sonhado são tão próximos que lembram a vida que foi vivida no sonho sonhado. Sim sorri como a um bom tempo não sorria, pois o sonho sonhado foi rico em vida vivida.

Pode parece algo bem complexo e diferente, mas a realidade é algo universal, sendo às vezes necessário sonhar para que possamos resgatar a vida que foi vivida.

cama1

A vida é isso ela é viva, ela é vivida, ela foi vivida e será vivida, seja hoje, ontem ou amanhã. Quando a singularidade entre dois corpos, o calor, o suor, o aroma, a nuance, a libido, o encaixe, a sensualidade se fará novamente viva, seja em sonho ou vivida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s