Insanidade

quando teu último gozo

penetrou a minha boca

tua elétrica figura irradiou-me o transe

feliz, amado e curioso,

e imergimos na ilusão da quase morte;

 

quando teu último transporte

completou-se em meus espaços

este amor se fez minucioso

encaiaxado em meio aos nossos braços

imersos na imensa arte desta nossa sorte.

579602_10152027097759119_123229164_n

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s