O bailar

O bailar
Sim o bailar as vezes sem compasso, mas na grande maioria assertiva.
Multicoloridas formas, um arco íris com asas, que sobrevoam a plenitude dos espaços em busca da vitalidade e o doce do prazer.
A cada bater de asas mais espaços são percorridos até que ao longe …..
Percebo um doce, suave e moreno lugar para pousar!

Porque ali sim me deparei com a sua forma, no íntimo do seu ser, de suaves pétalas na cor lilás, pétalas que escondem e guardam o necta sublime do seu ser, a seiva da vida …..

image

Sei que parece um sonho, mas como borboleta me aproximo matreira e com esmero e carinho, chego ao clímax desse momento doçura e gostosura. De lhe sentir, de sermos dois seres em um.

Não sou mais uma borboleta, sou um faminto ser de carinho, que agora pois a missão de se fartar no doce e suave frescor de teus sabores e perfumes. Sentir tua seiva me devolvendo a vida a cada segundo. Sugar-te-a o farto mel proveniente da torrente do teu olhar …..

Olhar felino, olhar de menina que esconde uma mulher em Diva ….

Há borboleta ……. Seja feliz na vida e faça também flor lilás feliz à altura ……….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s